random archive ask me rss
Meus medos.
via  p-a-r-a-n-0-i-d  (originally  d-r-e-a-r-y)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:55am 114 208 notas
via  umdiateamei  (originally  im-sassy-as-fuck)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:55am 10 922 notas
via  brnmktb  (originally  neonkontra)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:54am 1 184 notas
via  amortizing  (originally  infamousgod)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:54am 314 042 notas
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:54am 40 910 notas
via  umdiateamei  (originally  christiescloset)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:54am 117 848 notas
via  umdiateamei  (originally  1000drawings)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:53am 18 402 notas
via  brnmktb  (originally  taylranne)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:53am 5 607 notas
via  pizzes  (originally  allthiscountry)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:53am 44 850 notas
Tem que explodir tudo, catar os caquinhos e começar tudo de novo.
~ Minhã mãe é uma peça. 
via  romeuemcrise  (originally  romeuemcrise)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:52am 10 350 notas
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:49am 114 729 notas
via  pizzes  (originally  f-l-e-u-m-a)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:48am 80 264 notas
Tristeza é quando chove, quando está calor demais, quando o corpo dói e os olhos pesam. Tristeza é quando se dorme pouco, quando a voz sai fraca, quando as palavras cessam e o corpo desobedece. Tristeza é quando não se acha graça, quando não se sente fome, quando qualquer bobagem nos faz chorar. Tristeza é quando parece que não vai acabar.
~ Martha Medeiros.
via  antipoetico  (originally  quoteiros)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:48am 6 683 notas
Seja você mesmo! A vida é curta demais para ser outra pessoa.
~ Se ela dança eu danço.
via  romeuemcrise  (originally  romeuemcrise)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:47am 2 588 notas
Então vagamos
lado a lado na estrada vazia
observando a disparidade
d’um tempo que previa sol.
Andamos lentamente
na garoa fina de uma tarde de sábado
dividindo amendoins, sorrisos e momentos
nos molhamos, nos bagunçamos
nos olhamos nos olhos - nada fazia sentido.
O dia estava cinza, frio
mas de repente parecia belo,
a solidão vestia o céu
molhando as plantas secas
esverdeando a grama,
a garoa fina persistia
dividimos o guarda-chuva
por que não, dividirmos a vida?
~ A.L. | Um guarda-chuva para dois. 
via  oxigenio-dapalavra  (originally  conotos)
Reblog this post
Há 1 dia on 19 outubro 2014 @ 9:47am 226 notas